direito em foco

O golpe da ação coletiva contra advogados trabalhistas

Golpe contra advogados trabalhistas

O golpe da ação coletiva contra advogados trabalhistas

Diversas Seccionais da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) alertaram os advogados, no ano de 2017, sobre o ‘’Golpe da Ação Coletiva’’  aplicado contra advogados trabalhistas. Ao que tudo indica, parece que golpistas voltaram a tentar a sorte com a mesma história.

Como funciona

Inicialmente, uma pessoa entra em contato com o escritório se dizendo intermediário de um grupo grande de trabalhadores (1800 ou outro número exorbitante). Trabalhadores esses que estariam interessados em ingressar com ações coletivas contra determinadas empresas.

Há registro, nesse tipo de golpe, do uso de nomes de grandes empresas como o Grupo Odebrecht, que realizou desligamento em massa de funcionários.

Os golpistas afirmam que os funcionários desligados não teriam recebido as respectivas verbas rescisórias e que para ingressar com ação, cada um dos trabalhadores estaria disposto a pagar  R$ 1.000,00 (mil reais) para a entrada no processo. E que, em cima deste valor, o mesmo gostaria de um repasse de 10%.

Após a citação do valor, os golpistas sugerem o aluguel de um ônibus para que o grande número de trabalhadores possa ser levado ao local de atendimento com o profissional. Sugerem também o aluguel de um salão com grande capacidade de pessoas. Tudo isso devendo ser pago pelo advogado. É aí que entra o golpe: o suposto intermediador entre os trabalhadores e o profissional pede que os valores do aluguel do salão e do transporte sejam depositados, pelo advogado, numa conta indicada pelo representante dos funcionários.

Casos registrados

Uma reportagem da OAB do Distrito Federal, de janeiro de 2017, relata casos registrados no Distrito Federal e nos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. ” A diretoria da OAB/DF alerta aos advogados que desconfiem de tais propostas para que não sofram prejuízos”, orienta a matéria.

Veja o texto completo no link abaixo:

http://www.oabdf.org.br/destaque-principal/seccional-alerta-para-golpe-da-acao-coletiva-contra-advogados/

O site Migalhas, em outubro de 2018, fez uma reportagem também sobre casos registrados em três estados: Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e  São Paulo.

“No RS, por exemplo, um indivíduo se apresentou como “João” no contato telefônico. Disse que precisava de um advogado para ajuizar 940 ações de pessoas que foram demitidas de uma terceirizada do Porto de Rio Grande/RS. A pessoa utilizou o nome de uma empresa que efetivamente havia demitido pessoas recentemente para tentar dar alguma credibilidade na história”, relata trecho da reportagem.

A íntegra está no link abaixo:

https://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI288861,21048-Advogados+denunciam+golpe+da+acao+coletiva

O alerta

Fica o alerta aos colegas e seus escritórios, pois sofremos essa tentativa de golpe em nosso escritório em Macaé/RJ. Em caso de dúvida, o advogado deve entrar em contato com a sua seccional da OAB e informar o ocorrido.

 

Autoria do texto

Mayara Damaceno Alonso Ferron – estagiária jurídica no escritório Amério Almeida & Advogados Associados e estudante de Direito pela Universidade Federal Fluminense (UFF)-Macaé -RJ

O Blog

Você também pode participar do blog “Direito em Foco”. Nos envie um artigo por nosso e-mail: contato@amerioalmeidaadvogados.com.br  Ou comente o post deixando sua opinião abaixo.

 

 

Comentários